29 de dezembro de 2006

27 de dezembro de 2006

Viver, é a arte de sorrir cada vez que o mundo diz não.


Nessa ultima semana do ano quero o resto de felicidade que me foi destinada para 2006.

Na china eles dizem que arrumamos todos os dias os cabelos, então porque não fazemos o mesmo com o coração? Quem dera fosse fácil assim arrumar o coração como se penteia os cabelos...

Nesse resto de ano quero perceber as coisas mal percebidas, aqueles detalhes que me escapam.Não quero decretos de esperança ou leis de mudança, quero apenas um olhar bem nítido.

“Não é a vida como está, e sim as coisas como são”. Se nessa semana o mundo me disser não, eu desejo apenas sorrir. O meu tempo de agora é a era das certezas...

16 de dezembro de 2006



"Eu e você frente a frente...
É o medo e o desejo;
É desconfiança e a esperança;
É o grito e o silencio;
É o gelo derretendo a mão no fogo...
Eu e você frente a frente...
É ter sempre que me confrontar;
Encarrar meus erros e as minhas razões...
As minhas verdades e as minhas ilusões;
Meu poder e a minha impotência;
A minha liberdade e os meus limites...
Quando eu estou na sua frente,
Eu sinto toda a minha dor,
Mas só na sua frente eu posso sentir todo o meu amor"
(Luís Antônio Gasparetto)

13 de dezembro de 2006

Solidão!!!


"Quem pode medir a solidão de um ser humano quando ela só consiste em saudades...?."


(Heinz Konsalik)

8 de dezembro de 2006

AMOR DE ALUGER!!!


De mansinho chegou, meio assustado
Como quem não quer nada , meio acanhado
Sentou-se na cadeira da sala meio desajeitado
Pediu aquele beijo meio na boca , meio de lado...

Meio com medo, meio calado
Ajeitou-se mais acomodado
Com trejeitos de quem faz brincadeiras
Como um amigo - amante apenas alugado
Sentiu-se mais solto, mais aproximado...

Estava com um olhar meio encantado
Sua boca pedia com coração calado
Bem se percebiam e bem mais queriam
Nestes envolver meio temeroso e muito desejado...

Com mais tensão e meio afetados
Ousaram no affair um tanto quanto encabulados
Meio acochados muito compreendiam
Meio espantados se uniram mais assanhados..

E sem vergonha fizeram bem mais e muito
O que a boca e o coração já então pedia
E se sentiram assim bem completados
Enquanto a cadeira da sala muito rangia...
* Lu Ferretti *

4 de dezembro de 2006

Nunca deixe de sonhar!!!


É preciso viver o sonho e a certeza de que tudo vai mudar...
É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós,
onde os desejos não precisam de razão,
nem os sentimentos de motivos.
O importante é viver cada momento e aprender sua duração,
pois a vida está nos olhos de quem sabe ver...
(Desconheço a Autoria)

3 de dezembro de 2006

Ser Feliz!!!


Felicidade tem sabor de quero mais.
É tão bom, dura tão pouco, parece até algodão doce.
É como o raio: no instante que se sente já se foi.
Deixa marcas bem profundas, talvez insatisfação?
Deixa saudade e tristeza e o mais doído é a certeza
que este momento gostoso já vai longe, já passou.
Felicidade, é dose certa, viva e latente que
neste mundo está presente
muitos a vêem e poucos a alcançam.
Esta busca infinita da Dona Felicidade
não termina bem assim.
Todos a querem, desejam, todos a buscam.
Rondam mundo para a achar,
e o mais triste de tudo: não encontram em nenhum lugar!
Felicidade você mora tão perto.
Deus a pôs no lugar certo, é uma pena não achá-la.
Porque enquanto caminho, sedenta por encontrá-la,
tomo todos os rumos mas em nenhum você está.
E você vive sozinha esperando eu ir buscá-la.
Felicidade sabem o que é?
É sermos o que somos, aceitando o mundo, todos,
mas a gente em primeiro lugar.
(AD)

27 de novembro de 2006

Eu tinha mesmo toda razão...



Tu não podes ter tudo na vida e justamente quem tu mais queres é exatamente alguém que tu não tens.

E quando alguém que tu mais querias é exatamente quem um dia já esteve em teus braços, o vazio é muito maior.
Pensa muito bem nas tuas escolhas porque o arrependimento é um professor duro e sem piedade.

Não hesitará em te punir e castigar pelos teus erros.
Existem outras maneiras de aprendermos mais docemente, com professores mais suaves, como o mestre respeito, a professora paciência e com a querida professora estima.

Estamos todos matriculados nessa escola, mas só uns poucos vão chegar ao dia da formatura.
E nesse dia descobriremos que mesmo depois de formados em todas as escolas, nunca paramos de estudar.
Estamos sempre a receber novas lições todos os dias, como se cada dia fosse uma aula, só que na escola da vida nós temos a opção de escolher alguns dos nossos professores.

Infelizmente o professor da minha aula de hoje foi o temido professor arrependimento!!!

21 de novembro de 2006

TUDO ACABOU AQUI!!!


Foi muito bom
a forma que encontramos
para dizer adeus, simplesmente
nos agarramos à intensidade
do sufocante silêncio e, assim,
sentenciamos a despedida.

Agora, estou inclinada a dizer,
que cada um vai se reordenar
em seu canto, talvez até
com o propósito de esquecer o
estranho mundo que vivemos.

Foi bom, não houve
murmúrios, nem palavras que
por falta de consistência, fatalmente
seriam levadas pelo vento.

Não houve olhares lânguidos
expressando tristezas,
não houve o último beijo nem
qualquer manifestação, de
nossos enganosos desejos...

Findou nesta súbita despedida,
os sonhos que pela grandeza
de cada um, não seriam possíveis
concretizá-los, eles nunca foram definidos...

Também não conseguimos
determinar em nosso tempo
a extensão de
conversar com a lua, ou nas
noites de verão bailar sob
o cintilar das estrelas.

Foi bom acabar assim,
romper este caso sem expressão,
porquê prosseguir sustentando
algo que entre nós nunca existiu...
(Wilson de Oliveira Carvalho)

19 de novembro de 2006

O beijo que sonhei!!!


O beijo colado, molhado,
onde me levavas inteira em teus lábios.
Aquecendo meu corpo deixando minh´alma
em ebulição.
Ah! o teu beijo...
Beijo sonhado, beijo desejado,
que sempre esteve em meus sonhos.
Hoje são apenas lembranças que embalam
meus sonhos.
(Diva Melo)

16 de novembro de 2006

ISTO E AQUILO!!!


Quando tentamos alcançar algo além de nossos braços - ou até da nossa vista,
as mãos e os olhos surgem como artifícios inertes.
Algumas vezes, quando algo está em nosso raio de acção
evitamos tocá-lo ou inundá-lo com o olhar.
Em outros momentos, se tentamos vislumbrar e tatear o que nos é possível,
acontece que insultamos os nossos sentidos numa tentativa frustrada de sentir o que não desejamos, mas precisamos tocar e enxergar para sermos ou parecermos mais reais.

O perto é incerto;
O distante, irremediável.

14 de novembro de 2006

Desisti!!!



Hoje não quero companhia,
preciso da solidão,
pois não sinto alegria
dentro do meu coração.
Hoje quero o silêncio e a escuridão.
Nada de crianças, por perto, brincando,
pássaros, em minha janela, cantando,
flores, em meu jardim, desabrochando.
Hoje minha energia foi roubada,
inescrupulosamente sugada
por quem, com isso, não ganhou nada.
Hoje quero ficar afastada
de gente pequena e dissimulada
que vive na intenção de destruir
aquilo que não consegue construir.
Hoje quero me ausentar
e minha energia resgatar.
(Silvana Duboc)

13 de novembro de 2006

Mesmo sem ti!!!


Mesmo sem ti.
Resolvi definir que…Amar alguém é acreditar em tudo.
Acredito no sonho…Mesmo estando longe de ti.
Acredito na Felicidade…Mesmo que não possa ver o teu sorriso.
Acredito na vida…Mesmo que não a compartilhes com a minha.
Acredito no futuro…Mesmo que nossos caminhos nunca mais se cruzem.
E assim vou a caminhar…Sozinha, acreditando, para não me decepcionar…
Com essa liberdade que me acompanha.
Mas sou determinada...
E ainda acredito que a decisão que tomei
Foi a mais acertada...
Ainda ouço a tua voz daquele dia...

11 de novembro de 2006

... Fantasia!!!


De todos os sonhos que não sonhamos
juntos...............
De todas as estrelas que não vimos
brilhar.................
De todos os caminhos que nem chegaremos a
trilhar.............
Nenhum deles me mostra ou esconde
tu.......................
Por quê?
Porque tu não existes, és mera
fantasia...............

5 de novembro de 2006

... os sonhos!!!


"Às vezes construimos pequenos sonhos
em cima de grandes pessoas.
Com o passar do tempo descobrimos que grandes
mesmo eram os nossos sonhos
e as pessoas pequenas demais."
(AD)

3 de novembro de 2006

1 de novembro de 2006

MULHER!!!


Não é a coragem
Que me faz avançar,
É a necessidade
De buscar a felicidade,
O desejo
De ser mais
Que simplesmente alguém
Que gasta seus dias
E não faz uso das suas horas!
Não sou guerreira,
Nem mais forte,
Nem mais fraca
Ou mais frágil
Que outra pessoa!
Sou alguém que planta,
Ceifa e colhe!
Sou alguém que não desiste,
Mesmo se parece,
Ser o fim da estrada!
E se fosse o caso,
Eu me abriria a um novo caminho!!!
E caminharia por ele,
Cabeça erguida
Porque para mim a vida
É bem mais que aceitar
Caminhos todo feitos
E por eles caminhar!
Desistir?
Jamais!!!
Sou uma mulher!
E meu arco-íris
Ainda vou encontrar!...
(Letícia Thompson)

28 de outubro de 2006

... NA SOLIDÃO!!!


Solidão...
Quem é você...
Que ataca silenciosamente, lentamente...
Quando menos espero.
Quem é você...
Que machuca
Que mexe com meus
Mais profundos sentimentos.
Quem é você
Que no menor vacilo
Ataca traiçoeira
Machucando trazendo
As boas e as más recordações.

Quem é você que me faz chorar
Quem é você que me faz querer colo
um abraço, um beijo, um ombro amigo...
Quem é você que tanto me machuca...
Solidão...
Por que você é tão má
Será que um dia poderei
Dizer-te adeus.
Será que um dia irei viver
Sem a sua triste companhia
Nestes vai e vem da vida
Vou vivendo, fugindo...
Até conseguir me livrar
Por completo da sua companhia
(DA)

26 de outubro de 2006

Além de mim!!!


Hoje tive tempo de olhar para o céu e perceber que sobre a minha cabeça brilham milhões de estrelas e muitas outras que a minha vista não alcança.
Sob os meus pés está a terra, planeta água, a gravidade que me mantém presa ao chão, chão sujo...chão molhado... chão limpo... chão pisado.
Além de mim existem outras pessoas, com necessidades diferentes e direitos iguais, seres humanos que seguem o seu caminho e que se cruzam com meu de vez em quando.
Além de mim está tudo embaciado, uma neblina esconde o que eu gostaria de ver... pessoas sem rosto... gritos sem dono... sussurros sem bocas.
Além de mim existem fronteiras, estão os alvos para aqueles que são os arqueiros, estão os fortes que são fracos e os sozinhos que estão acompanhados.
Além de mim estão às batalhas perdidas, está o sangue do inimigo derramado nos campos, estão linhas imaginárias que eu tenho que cruzar.
Além de mim está aquilo que eu não consigo entender... está a morte e a vida... o erro e a sorte... está o pouco e o suficiente.
Além de mim os meus olhos ficam doentes pela falta de luz, além de mim está o inesperado que será escrito pela vida... já amanhã... além desse meu ponto final.

15 de outubro de 2006

... Se tudo fosse prefeito!!!



Se as coisas fossem perfeitas!
Não existiriam lições de vida
Não haveriam arrependimentos
E nem descobertas...
Se tudo fosse perfeito...
Mãos não se uniriam
E sonhos não seriam valorizados.
Olhares não se completariam...
E gestos passavam despercebidos.
Se tudo fosse perfeito...
As lágrimas não existiriam...
As palavras seriam perfeitas...
Se tudo fosse perfeito...
Dores não existiriam
E a cura não seria procurada...
Se tudo fosse perfeito...
Não haveria a busca pela perfeição...
Nada é por acaso...
Pois nem o destino...
É Perfeito!!!

14 de outubro de 2006

A Pessoa Errada!!!


Pensando bem em tudo o que a gente vê, e vivencia, e ouve, e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente.
Existe uma pessoa que se você for parar pra pensar é, na verdade, a pessoa errada.
Porque a pessoa certa Faz tudo certinho Chega na hora certa, Fala as coisas certas, Faz as coisas certas, Mas nem sempre a gente está precisando das coisas certas.
Aí é a hora de procurar a pessoa errada.
A pessoa errada te faz perder a cabeça Fazer loucuras Perder a hora Morrer de amor A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar Que é pra na hora que vocês se encontrarem a entrega ser muito mais Verdadeira.
A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa Essa pessoa vai te fazer chorar mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas Essa pessoa vai tirar seu sono mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível Essa pessoa talvez te magoe e depois te enche de mimos pedindo seu perdão Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado mas vai estar 100% da vida dela esperando você.
Vai estar o tempo todo pensando em você.
A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo porque a vida não é certa Nada aqui é certo O que é certo mesmo, é que temos que viver Cada momento Cada segundo Amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando, agindo, querendo, conseguindo E só assim, é possível chegar àquele momento do dia em que a gente diz: "Graças a Deus deu tudo certo" Quando na verdade, tudo o que ele quer É que a gente encontre a pessoa errada Pra que as coisas comecem a realmente funcionar direito pra gente...

(Luis Fernando Veríssimo)

8 de outubro de 2006

As flores...


...Hoje, as mais lindas flores...
O mais aberto sorriso...
O mais carinhoso dos abraços...
Que a felicidade de mim transborde, inundando as pessoas a quem quero bem...
Pois que hoje, a felicidade me é maior que o corpo, que o mundo, a vida!!!
Não permita Deus que eu me torne o ser egoísta e insensível que só compartilha tristezas....

4 de outubro de 2006

Saudade!!!


Eu disse que tinha saudades tuas… a tua resposta foi "o ser humano é assim"... frio como só tu sabes ser...
Eu digo que vou sentir falta desse curto espaço de tempo durante o qual pude provar o teu gosto, o teu cheiro, teus sentidos.
Mas eu minto!!!
Porque vou sentir falta mesmo de tudo o que nunca seremos.
Saudade do que jamais viveremos juntos, das coisas que jamais experimentaremos.
Saudade de nunca ter ido contigo ao supermercado, de nunca ter disputado pelo sabor do sorvete, pela marca da pasta de dente, pelo rótulo do vinho.
Saudade de nunca ter lido contigo ao meu lado na cama, de nunca ter escolhido contigo o filme que iríamos ver, ou o restaurante no qual jantaríamos e beberíamos depois.
Saudade de nunca me ter sentado contigo no sofá da sala para conversar sobre uma viagem qualquer, de nunca ter acordado a teu lado num sábado de manhã, e me levantado para tomar café na cozinha, e voltado para cama.
Saudade de não ter a chance de ler o jornal de domingo contigo e de depois sair para correr na praia.
Saudade de nunca ter decorado contigo uma casa, de nunca me ter zangado contigo por ciúmes, de nunca ter feito as pazes apaixonadamente na cama, de nunca ter comemorado o nosso aniversário.
Saudade de nunca ter voltado para casa e encontra-te na sala á minha espera, de nunca te ter visto chorar, de nunca ter tido a oportunidade de entender porque tu tens esse...............
Saudade de não te ver envelhecer, de não saber como seriam os nossos filhos, de nunca ter conhecido a tua família ou as pessoas que marcaram e marcam a tua vida.
Saudade de nunca ter tocado no teu rosto em público, de nunca te ter beijado a tua boca em público, de nunca ter tocado o teu cabelo em público.
Saudade de nunca ter passeado contigo de mão dada.
Saudade de nunca te ter ouvido dizer que me amas, de não poder ser quem tu gostarias que eu fosse.
Mas, principalmente, saudade de nunca ter olhado dentro dos teus olhos naquela noite.
Porque teria sido nessa hora, no momento em que meus sentidos e meu corpo faziam o abençoado trabalho de te conduzir, doce e apaixonadamente, ao melhor lugar do mundo, que eu poderia ver muito de perto - a ponto de poder tocar se quisesse – a tua alma!
E assim, quem sabe, me seria dada a preciosa chance de reescrever a nossa história – talvez uma das mais belas histórias de amor jamais escritas - e agora para sempre interrompida.

3 de outubro de 2006

Hoje vou falar de amor....

Bom…bom é fazer isto que estou a fazer agora, bom para mim, talvez bom para quem ler ...vou escrever sobre amor.... rss (que pretensão).
Mas não vou sozinha, vou pedir ajuda a alguns poetas para me emprestem as suas palavras. àqueles que falam em seus versos sobre "as ausências", "sentir falta", “sentir saudades de ”.... “Hoje não a lastimo/Não há falta na ausência. /A ausência é um estar em mim”. Sim Drummond... como eu entendo, esse “não estar mais” que permanece. Esse longe dos olhos mais perto do coração... “porque a ausência assimilada/ninguém a rouba mais de mim”. É facto consumado Drummond...é parte que não se quebra, é porção que não se dilui...

Mas é esse menino de olhos verdes chamado esperança que me faz levantar todos os dias da cama com um beijo doce… eu procuro-o incessantemente mas no fundo não quero encontrá-lo.... “Só o que sonhamos é o que verdadeiramente somos, porque o mais, por estar realizado, pertence ao mundo e a toda a gente.”. É verdade Bernardo Soares, mais uma pessoa de Fernando Pessoa, meus sonhos sempre tiveram vista para o mar. Mas este mar não é o mesmo oceano que banha as costas e que castiga as rochas no final da praia, este meu mar é o meu destino, pertence a um tempo eterno que não cabe em relógios. (o eterno... não tem fim)

Corram vocês, pois eu já não tenho pressa, sei que vocês vão andar, andar e andar e no fim vão voltar para o mesmo lugar. “Aqui está minha herança/este mar solitário/que de um lado era amor e, do outro, esquecimento...”. Este verso que nasceu das mãos de Cecília Meireles, faz-me lembrar que antes que de ser, eu já era amor.

Vim ao mundo para ser um grão de areia que um dia voltará a ser montanha...a filha que se torna mãe e a mãe que se torna filha. Nesse mar de Cecília onde as margens são contrárias e as praias opostas, quando as ondas se tornarem esquecimento, eu serei viagem, pois até mesmo sem avião se voa e sem barco se navega.
Esse brilho eterno de uma mente sem lembranças por mais que se queira apagar uma lembrança, esta transforma luz em som e grita “poderás mesmo apagar-me???” (por isso eu acho que nós deviamos nascer com um botão de on/off)

E quando este mar for amor e ele estiver a morrer devagar na ponta dos meus pés eu direi… direi que enquanto o meu coração ferve e meu sangue entra em ebulição, as minhas mãos estão frias, pois esse texto é a minha voz e a minha boca fala do que está cheio o meu coração.

Também é real o que o pensamento… pensa ser invenção. O Titanic afundou, mas “my heart will GO on”.
O meu coração irá continuar a navegar por esse mar para sempre até encontrar...

28 de setembro de 2006

TENTAÇÃO


Não há mais
motivo para recuar,
afinal, reconsiderar seria
o recomeçar de uma nova ilusão.

Para que procurar novamente
as noites de insônias,
assistindo o balé das horas
sapateando a memória.

Qual o motivo de retornar,
se o princípio da realidade
seria tentar
encontrar o que não existe.

Não há mais solução,
pois, o que ainda subsiste,
é o estrugir
de velhas mentiras,
todas elas, devorando
os extensos dias...

O sonho quase aconteceu,
mas, para felicidade geral,
ele morreu,
e, agora, só resta esperar
que nossas pegadas sejam
destruídas pelas
as águas do mar ...

(Wilson de Oliveira Carvalho)

23 de setembro de 2006

Te Quero



Não sei onde, não sei como
Só sei que te quero meu, quero-te ao meu lado
Não sei se amor, se amigo, se tudo
Quero poder encontrar-te, dar-te mão e passear pela rua
Sem destino, um desatino, ah! Que Amor!
Quero poder olhar-te, beijar-te, abraçar-te…
Um dia sair à chuva, sentir as gotas molhando nosso rosto…
Sentir a liberdade, porque não a felicidade de ser e estar contigo…
Quero muito mais do que posso, quero ultrapassar os limites....
Quero simplesmente viver intensamente este sonho, este momento da minha vida…
Que é único e se eu deixar passar, talvez ele nunca mais volte....

O Abraço do Mar!!!


O ABRAÇO DO MAR
(Marcial Salaverry)

Sempre é gostoso sentir o abraço do mar...
É como nosso amor a nos abraçar...
Desperta doces sensações,
renova as emoções,
sempre tem uma reação de causa e efeito,
trazendo um relaxamento perfeito...
Como num ato de amor,
sentimos um doce torpor...
Ao vai e vem das ondas nos entregamos,
como quando amamos...
Ser pelo mar abraçado,
é como receber um carinho apaixonado...
É doce e suave o amor no mar...
amar o mar... no mar amar...
E se há mar... amar...

18 de setembro de 2006

DESCOBERTA!!!



Senti a vida e me apaixonei !
Descobri que minha alma é
uma janela e que não é pequena.
Senti a solidão e tudo virou amor,
ah...e como é belo.

Nada se impõe, o sentimento sublima
Nada tem limites
quando o sublime se realiza.

Minha emoção verte do coração
Hoje sinto nele o vento que sopra
dentro do meu peito.
Me apaixonei pela vida.
Eterna guardiã da felicidade.

12 de setembro de 2006

... Com Hermann Hesse


"...nada lhe posso dar que já não exista em você mesmo.
Não posso abrir-lhe outro mundo de imagens,
além daquele que há em sua própria alma.

Nada lhe posso dar a não ser a oportunidade, o impulso, a chave.

Procurarei ajudar a tornar visível o seu próprio mundo,
e isso é o que posso fazer."
(Hermann Hesse)

8 de setembro de 2006

Possua...



Um coração que nunca endureça
Uma emoção que nunca pressione
Um toque que nunca magoe
Um carinho que nunca envelheça
Uma doçura que não estacione
Um coração que, por vezes, perdoe

Uma verdade que nunca encareça
Um medo que não ameace
Uma tristeza que não amontoe

Uma amargura que não amanheça
Uma alegria que nunca entristeça
Uma fantasia que não voe...

Uma felicidade que não empobreça
Um desejo que nunca se apague
E um amor que te abençoe...

(DA)

29 de agosto de 2006

Momentos!!!




"Momentos assim vividos, de amor intenso, refletindo sempre um prazer imenso, são momentos que ficam para a eternidade, sempre lembrado com infinita saudade... São aqueles doces momentos, que não deixam lugar para lamentos... Apenas a maravilhosa alegria, com que vivemos aquele dia..."
(Marcial Salaverry)

27 de agosto de 2006

Agenda da Felicidade



O Sorriso
É o cartão de visita das pessoas saudáveis.
Distribua-o gentilmente.
O Diálogo
É a ponte que liga as duas margens, do eu ao tu.
Transmite-o bastante.
O Amor
É a melhor música na partitura da vida.
Sem ele, você será um(a) eterno(a) desafinado(a).
A Bondade
É a flor mais atraente do jardim de um coração bem cultivado.
Plante estas flores.
A Alegria
É o perfume gratificante, fruto do dever cumprido.
Esbanje-o, o mundo precisa dele.
A Paz na Consciência
É o melhor travesseiro para o sono da tranquilidade.
Viva em paz consigo mesmo.
A Fé
É a bússola certa para os navios errantes, incertos, buscando as praias da eternidade.
Utilize-a sempre.
A Esperança
É o vento bom empurrando as velas do nosso barco.
Chame-o para dentro do seu cotidiano.

26 de agosto de 2006