27 de dezembro de 2006

Viver, é a arte de sorrir cada vez que o mundo diz não.


Nessa ultima semana do ano quero o resto de felicidade que me foi destinada para 2006.

Na china eles dizem que arrumamos todos os dias os cabelos, então porque não fazemos o mesmo com o coração? Quem dera fosse fácil assim arrumar o coração como se penteia os cabelos...

Nesse resto de ano quero perceber as coisas mal percebidas, aqueles detalhes que me escapam.Não quero decretos de esperança ou leis de mudança, quero apenas um olhar bem nítido.

“Não é a vida como está, e sim as coisas como são”. Se nessa semana o mundo me disser não, eu desejo apenas sorrir. O meu tempo de agora é a era das certezas...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo carinho da tua visita.