27 de novembro de 2006

Eu tinha mesmo toda razão...



Tu não podes ter tudo na vida e justamente quem tu mais queres é exatamente alguém que tu não tens.

E quando alguém que tu mais querias é exatamente quem um dia já esteve em teus braços, o vazio é muito maior.
Pensa muito bem nas tuas escolhas porque o arrependimento é um professor duro e sem piedade.

Não hesitará em te punir e castigar pelos teus erros.
Existem outras maneiras de aprendermos mais docemente, com professores mais suaves, como o mestre respeito, a professora paciência e com a querida professora estima.

Estamos todos matriculados nessa escola, mas só uns poucos vão chegar ao dia da formatura.
E nesse dia descobriremos que mesmo depois de formados em todas as escolas, nunca paramos de estudar.
Estamos sempre a receber novas lições todos os dias, como se cada dia fosse uma aula, só que na escola da vida nós temos a opção de escolher alguns dos nossos professores.

Infelizmente o professor da minha aula de hoje foi o temido professor arrependimento!!!

21 de novembro de 2006

TUDO ACABOU AQUI!!!


Foi muito bom
a forma que encontramos
para dizer adeus, simplesmente
nos agarramos à intensidade
do sufocante silêncio e, assim,
sentenciamos a despedida.

Agora, estou inclinada a dizer,
que cada um vai se reordenar
em seu canto, talvez até
com o propósito de esquecer o
estranho mundo que vivemos.

Foi bom, não houve
murmúrios, nem palavras que
por falta de consistência, fatalmente
seriam levadas pelo vento.

Não houve olhares lânguidos
expressando tristezas,
não houve o último beijo nem
qualquer manifestação, de
nossos enganosos desejos...

Findou nesta súbita despedida,
os sonhos que pela grandeza
de cada um, não seriam possíveis
concretizá-los, eles nunca foram definidos...

Também não conseguimos
determinar em nosso tempo
a extensão de
conversar com a lua, ou nas
noites de verão bailar sob
o cintilar das estrelas.

Foi bom acabar assim,
romper este caso sem expressão,
porquê prosseguir sustentando
algo que entre nós nunca existiu...
(Wilson de Oliveira Carvalho)

19 de novembro de 2006

O beijo que sonhei!!!


O beijo colado, molhado,
onde me levavas inteira em teus lábios.
Aquecendo meu corpo deixando minh´alma
em ebulição.
Ah! o teu beijo...
Beijo sonhado, beijo desejado,
que sempre esteve em meus sonhos.
Hoje são apenas lembranças que embalam
meus sonhos.
(Diva Melo)

16 de novembro de 2006

ISTO E AQUILO!!!


Quando tentamos alcançar algo além de nossos braços - ou até da nossa vista,
as mãos e os olhos surgem como artifícios inertes.
Algumas vezes, quando algo está em nosso raio de acção
evitamos tocá-lo ou inundá-lo com o olhar.
Em outros momentos, se tentamos vislumbrar e tatear o que nos é possível,
acontece que insultamos os nossos sentidos numa tentativa frustrada de sentir o que não desejamos, mas precisamos tocar e enxergar para sermos ou parecermos mais reais.

O perto é incerto;
O distante, irremediável.

14 de novembro de 2006

Desisti!!!



Hoje não quero companhia,
preciso da solidão,
pois não sinto alegria
dentro do meu coração.
Hoje quero o silêncio e a escuridão.
Nada de crianças, por perto, brincando,
pássaros, em minha janela, cantando,
flores, em meu jardim, desabrochando.
Hoje minha energia foi roubada,
inescrupulosamente sugada
por quem, com isso, não ganhou nada.
Hoje quero ficar afastada
de gente pequena e dissimulada
que vive na intenção de destruir
aquilo que não consegue construir.
Hoje quero me ausentar
e minha energia resgatar.
(Silvana Duboc)

13 de novembro de 2006

Mesmo sem ti!!!


Mesmo sem ti.
Resolvi definir que…Amar alguém é acreditar em tudo.
Acredito no sonho…Mesmo estando longe de ti.
Acredito na Felicidade…Mesmo que não possa ver o teu sorriso.
Acredito na vida…Mesmo que não a compartilhes com a minha.
Acredito no futuro…Mesmo que nossos caminhos nunca mais se cruzem.
E assim vou a caminhar…Sozinha, acreditando, para não me decepcionar…
Com essa liberdade que me acompanha.
Mas sou determinada...
E ainda acredito que a decisão que tomei
Foi a mais acertada...
Ainda ouço a tua voz daquele dia...

11 de novembro de 2006

... Fantasia!!!


De todos os sonhos que não sonhamos
juntos...............
De todas as estrelas que não vimos
brilhar.................
De todos os caminhos que nem chegaremos a
trilhar.............
Nenhum deles me mostra ou esconde
tu.......................
Por quê?
Porque tu não existes, és mera
fantasia...............

5 de novembro de 2006

... os sonhos!!!


"Às vezes construimos pequenos sonhos
em cima de grandes pessoas.
Com o passar do tempo descobrimos que grandes
mesmo eram os nossos sonhos
e as pessoas pequenas demais."
(AD)

3 de novembro de 2006

1 de novembro de 2006

MULHER!!!


Não é a coragem
Que me faz avançar,
É a necessidade
De buscar a felicidade,
O desejo
De ser mais
Que simplesmente alguém
Que gasta seus dias
E não faz uso das suas horas!
Não sou guerreira,
Nem mais forte,
Nem mais fraca
Ou mais frágil
Que outra pessoa!
Sou alguém que planta,
Ceifa e colhe!
Sou alguém que não desiste,
Mesmo se parece,
Ser o fim da estrada!
E se fosse o caso,
Eu me abriria a um novo caminho!!!
E caminharia por ele,
Cabeça erguida
Porque para mim a vida
É bem mais que aceitar
Caminhos todo feitos
E por eles caminhar!
Desistir?
Jamais!!!
Sou uma mulher!
E meu arco-íris
Ainda vou encontrar!...
(Letícia Thompson)