22 de janeiro de 2007

Depois de tudo!!!



Depois de tudo
o vazio se instalou
sem som, sem imagem
apenas uma vaga vontade
de voltar a posição fetal
e nela fazer o papel principal.
Depois de tudo
não importava o frio
muito menos o calor
nem se o céu estava estrelado
ou se era dia e o sol raiou.
Depois de tudo
precisava-se de silêncio
sem perguntas, nem reclamações
sem questionamentos, nem interrupções.
Depois de tudo
talvez só o escuro
fosse um lugar seguro
pra nem se cogitar enxergar
muito menos pensar
se o depois de tudo
um dia iria se acabar.
Silvana Duboc

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo carinho da tua visita.