29 de dezembro de 2007


Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança
fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano
se cansar e entregar os pontos.

Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez
com outro número e outra vontade de acreditar
que daqui para adiante vai ser diferente...
Para você,
Desejo o sonho realizado.
O amor esperado.
A esperança renovada.
Para você,
Desejo todas as cores desta vida.
Todas as alegrias que puder sorrir.
Todas as músicas que puder emocionar.
Para você neste novo ano,
Desejo que os amigos sejam mais cúmplices,
Que sua família esteja mais unida,
Que sua vida seja mais bem vivida.
Gostaria de lhe desejar tantas coisas.
Mas nada seria suficiente...

Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos.
Desejos grandes e que eles possam te mover a cada minuto,
ao rumo da sua FELICIDADE!!!

(Carlos Drummond de Andrade)

19 de dezembro de 2007



Compreender que somos passíveis de errar,
que não precisamos ter todas as respostas,
tem sido um dos maiores desafios para pessoas.
A reflexão sobre nossa humanidade,
quando confrontada com o desejo de sermos eternos...

14 de dezembro de 2007

O Caminho!!!

Quando a porta da felicidade se fecha, outra porta se abre.
Porém, estamos tão presos àquela porta fechada...
que não somos capazes de ver o novo caminho que se abriu.

Para ser sincera, não existe um caminho para a felicidade.
A felicidade é o caminho.

10 de dezembro de 2007

Memórias!!!


Imagens distorcidas na minha mente
desmentem a frágil felicidade presente…
por que esta nostalgia no ar?
Parece que me invade sentimentos antigos…
gavetas já tão fechadas
saudades tão amargas
que não deviam voltar…

O que querem essas dores
que falam de amores
perdidos no tempo...
Um cheiro de passado
um soluço amargurado
pelo vento a me machucar…

Um som no final do dia no fim da rua
quase virando a esquina
da lembrança
vem como uma criança
querendo me levar...

Parece que eu vôo no tempo…
vem a memória tardia
dos erros meus....
das lágrimas
das despedidas pela estrada e entendo assustada
que ainda quero o beijo teu!!

(Silvane Saboia)

1 de dezembro de 2007




... Um beijo tem 3 vidas: a que nasce na alma de quem dá, a que permanece na alma de quem recebe e a que fica na recordação.

(AShuster)