19 de março de 2008




Não é raro alguém dizer-me que transmito paz.
Como um mar em calmaria.
E sempre a minha boca se abre num sorriso.
Numa cumplicidade com o que realmente vislumbro deste transmitir.
Certa vez disseram-me que as águas profundas
São superficialmente calmas e difíceis de navegar
Porque o barco fica sem muito peso
E a este comentário não pude sorrir.
Há situações na vida que simplesmente acontecem
Então se bóia ou se mergulha.
A primeira opção é confortável mas por pouco tempo
Mas ás vezes o mergulho é o que salva o naufrago
Estou divagando, fugindo, “filosofando” sobre algo consumado
Filosofar para quê?
A culpa quando vem acompanhada de muita felicidade
Se torna uma forma de dor morna… suportável.

6 comentários:

  1. Olá Cristina;

    O segredo da felicidade está em não se esforçar pelo pelo prazer,
    mas em encontrar prazer no esforço.

    Uma boa Pascoa...
    Beijos

    ResponderEliminar
  2. um ntexto que me deixou a pensar ...


    beijinhos e uma boa Páscoa para vós.

    ResponderEliminar
  3. buáaaaaaaaaaaaaaaa......


    quero um post novo ....


    beijokas para ti

    ResponderEliminar
  4. Mas que raio é isto??
    Desde Março que não se actualiza o blog?!
    Isto não se faz...


    beijão grande

    ResponderEliminar
  5. MAS AFINAL ISTO NÃO É ACTUALIZADO'?

    ResponderEliminar

Obrigada pelo carinho da tua visita.