8 de junho de 2008

Os dias passam...



Os dias passam e não encontro solução...

Espasmos da dor da perda

chegam com o silêncio da solidão,

machucando sem piedade, fazendo mal ao coração...

Apertam e aumentam com o tempo,

se esgueirando pelas encostas da tristeza...

Não vêm só,

perdidos entre tantas lembranças,

trazem em seu bojo outras dores que se cristalizam

escorrendo em forma de lágrimas.

Como extinguir sonhos e destruir recordações?

O que fazer para nos livrar de pensamentos e sentimentos?

Adversidades, devaneios, dores, fazem parte da vida...

Aceitá-los é o melhor que podemos fazer...

Numa constante luta, podemos dominá-los,

refazendo caminhos,

modificando rotas,

abrindo espaço para a felicidade,

embora a saudade seja eterna...
()

5 comentários:

  1. excelente o teu texto ...


    nem calculas como ele me tocou.


    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Que belo poema.
    Que belo blog,obrigada pela visita, volte sempre e seja bem vinda.
    Um otimo final de semana pra te tb.
    Beijos,
    Cris

    ResponderEliminar
  3. Olá Cristina, que belo poema...Espectacular...
    Beijo

    ResponderEliminar

Obrigada pelo carinho da tua visita.