10 de abril de 2015

Gostoso demais!!!





Hoje sinto uma saudade enorme, monstruosa, de ti!!!
 
Por mais que eu te tente esquecer, a luz dos teus olhos cor de mel brilha sempre com mais intensidade em mim!!!
 
Por vezes, por vezes... a saudade insiste em agarrar-se à pele como uma medusa.
 
Quando pensamos que já não está lá, o ardor encarnado relembra-nos da sua insistência.
 
E nós, que somos prisioneiros da memória, insistimos em não querer aceitar o que já foi escolhido há muito tempo, ainda que contra a nossa vontade ou desejo maior.
 
Ninguém consegue esquecer só porque lhe apetece, ou porque deveria ser assim.
 
Ninguém!!!
 
 

2 comentários:

  1. "Hoje sinto uma saudade enorme, monstruosa, de ti!!!"

    ResponderEliminar
  2. Gosto de andar por aqui…

    Entro e saio neste teu jardim desenhado com emoção e palavras lavadas.
    Algumas ainda estão quentes e luminosas como se fossem pequenas estrelas.

    Vou daqui para ali. Paro a seguir e reparo no que deixaste, procuro adivinhar depois a ave que atravessou naquele momento o teu olhar e deixou um rasto de sombra e saudade no teu coração. Às vezes deixo-me ir pela minha intuição como se fosse um gato deambulando curioso numa noite de luar, ou procuro seguir os ténues fios do teu perfumo que aqui ficaram…

    Como chegar aos dias de sol do futuro sem evitar a da saudade?
    Sei lá… Sabemos que há sonhos que ficaram por concluir, caminhos belos que ficaram por fazer.
    E há algures no tempo, abraços por atar…

    Sabes, tenho sono e uma vontade imensa de dançar…

    Num sonho que tive, alguém me disse que há no futuro um cais imenso onde nós todos iremos desembarcar.

    Buteo-Buteo

    ResponderEliminar

Obrigada pelo carinho da tua visita.