12 de junho de 2015

Alguém que eu Conheci!!!




Ia no carro perdida nos meus pensamentos quando a letra da música dos Gotye me chamou a atenção. Intitulada Somebody I use To Know descreve de forma envolvente a forma como as pessoas, que já foram muito próximas, um dia se tornam perfeitas estranhas.

Não é irónico?

Conhecemo-nos, atraímo-nos, apaixonamo-nos perdidamente...

Partilhamos as nossas insignificâncias e tudo aquilo que é relevante, abrimos as portas da nossa casa, oferecemos a nossa mesa, a nossa cama, o nosso corpo, a nossa alma, e um dia essa pessoa eclipsa-se da nossa vida e passa a não ser mais do que um ilustre desconhecido...

Conhecemos-lhe cada ruga desenhada no rosto, cada sinal pintado no corpo.

Reconhecemos cada expressão de alegria, adivinhamos-lhe a tristeza, conhecemos de cor os seus gostos, os seus desgostos e sem que nos apercebamos,  há um momento em que mal nos olhamos, mal nos cumprimentamos, mal nos vemos...

Sabemos de cor a música que gosta de ouvir, o vinho que escolhe, a comida que prefere, os caminhos que percorre todos os dias e, os anos passam e perdemos o trilho dos seus passos...




1 comentário:

  1. Olá Cris, por vezes é uma sorte certas criaturas se tornarem estranhos.
    Não seria exagero dizer que boa parte de nós vive em uma jaula social imaginária, suportando gente amarga, e sendo objeto passivo de manipulações e puxadas de tapete. Por que deixamos nossa vida parasitada por pessoas que não nos respeitam?
    Quem não te procura não te merece, beijo doce

    ResponderEliminar

Obrigada pelo carinho da tua visita.