15 de setembro de 2015

Deixa-me abraçar-te!!!



Deixa-me abraçar-te!!!

Apertar-te forte como se fosse a primeira vez... outra vez!!!

Trespassar-te a pele como se em ti eu pudesse habitar, respirar... ficar.

O teu abraço é a minha casa, a minha muralha, o lugar onde o peito aquece e a tempestade adormece!!!

Enlaça-me em finas cordas de magia , leva-me àquele breve instante onde a noite se confunde com o dia.

Deixa-me ficar assim... no abraço quente ...de uma praia deserta, numa dança que balança de paz e sossego.

Envolve-me nos teus braços, junta os teus aos meus pedaços...
 
Abraça-te em mim e deixa-me ficar em ti... todo o tempo que quiseres!!!


8 comentários:

  1. Magnífico, Cris…

    Quem já viveu no conforto de um abraço e agora mora longe sente-se andarilho, errante, incompleto e mais pequeno.

    É por sermos incompletos que quando abraçamos queremos abraçar o que nos falta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto quando sobrevoas este meu cantinho ;) é sempre uma alegria ler-te e sentir que estiveste aqui... comigo. Beijo cheio de carinho e a minha amizade :) Obrigada :)

      Eliminar
  2. "(...) O melhor do abraço é o charme de fazer com que a eternidade caiba em segundos. A mágica de possibilitar que duas pessoas visitem o céu no mesmo instante."

    Ana Jácomo

    É muito bom ter o privilegio de te ler. Beijo doce

    ResponderEliminar
  3. Olá, Cristina!

    Começo por agradecer a sua visita e comentário deixado no meu blogue.

    Já tinha passado por cá, ontem, e não comentei as suas publicações, pke estive a ler, a reler, etc. e fiquei-me por aí.
    A temática principal da sua escrita é o amor, tema inesgotável para tudo e todos.

    Esta sua prosa poética é tão linda, doce e imperativa!
    Dizia Freud k o abraço entre dois amantes é bem mais "perigoso" k o beijo, pke no abraço, cada átomo de nós é "apertado", afagado, fundido, e tanto, k, por vezes, deixamos de saber "raciocinar", e o melhor, se é k há coisa melhor k um amoroso abraço, pode mesmo acontecer.
    Já viu o k a espera? Que venham muitos, faço votos!

    Reparei k publica com bastante assiduidade, contrariamente a mim, pke eu não consigo escrever qdo quero, é qdo a alma quer, e além disso, e como tenho comentários suficientes, tem de se dar espaço para que as pessoas possam ler e dizer de sua "justiça". Estive ausente de Lisboa 10 dias, longe das redes sociais, por opção, e isso atrasou-me o "expediente" todo, portanto, não sei qdo publicarei.

    Boa semana. Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem-vinda Céu.

      Durante um tempo nada publiquei fui escrevendo em off pois precisava me livrar de traições e fantasmas. Um período bastante feio...

      Depois resolvi abrir de novo este meu recanto, daí haver publicações quase diárias.

      Para deixar correr a pena para mim basta sentir :) tudo o que me move são sentimentos por vezes dolorosos outras vezes mais doces :)

      Quanto aos abraços, para mim nada melhor que um abraço sentido, inesperado, como diz o João "A mágica de possibilitar que duas pessoas visitem o céu no mesmo instante."

      Venham eles ;)

      Beijo carinhoso

      Eliminar
  4. Olá Cris,

    Admiro a forma como nos transmites o teu sentir. Gosto, gosto muito mesmo de te ler, quase pude sentir a imensidão desse abraço que ficou por dar. Outros chegarão, quem sabe mais doces e sentidos. Nunca deixes de ser essa pessoa doce e especial. Não deixes que a vida te mude. Obrigado por seres quem és. Beijo

    ResponderEliminar
  5. É tanto o que se pode transmitir com um abraço, se é cálido e amigo.
    Música apropiada para um momento assim... uma trilogia perfeita!
    Besos

    ResponderEliminar

Obrigada pelo carinho da tua visita.