4 de setembro de 2015

Aquele abraço que nos salva do fim do mundo...






E porque adoro ABRAÇOS... aqui vos deixo este texto que achei maravilhoso!!!


"Todo o abraço tem a calmaria da camomila e o sorriso de um girassol.

Não desconfies. 

Deixa que os peitos se encostem. 

Abraços neutralizam a dor que nos afronta. 

O encontro dos corações é a mais linda das uniões. 

Só não vale economizares no amor para te protegeres. 

Aproxima-te mais… Tenta sentir do que um abraço é capaz. 

Quando bem apertado, ele ampara tristezas, combate incertezas, sustenta lágrimas, põe a nostalgia de lado. 

É até capaz de diminuir o medo. 

Se for cheio de ternura, ele guarda segredos e jura cumplicidade. 

Um abraço amigo de verdade divide alegrias e fica feliz em comemorar, o que quer que seja… 

Abraços são pequenas orações de fé, de força e energia. 

Há sempre alguém que quer ser abraçado e não tem coragem de dizer. 

Abraça-o.

Tu vais mostrar que ninguém está sozinho e que a vida pode ser um eterno céu de primavera. 

Aproxima-te mais e tenta sentir do que um abraço é capaz! 

Há gente que mente olhando nos olhos, mas um abraço nunca mente.

Nós percebemos sempre a temperatura , nós sentimos tudo o que tem dentro. 

Até a mentira diz a verdade. 

Abraço é melhor do que lavar roupa suja. 

Ao invés de remoer o passado com listas e evidências, o abraço às vezes é o melhor “de agora em diante”. 

Às vezes o abraço vem de quem não tinha uma palavra melhor.

De quem não sabe o que dizer, e então abraça, dizendo muito de tudo aquilo que cala. 

Aceita quem não tem palavras, mas tem um abraço sincero para ti.

Mesmo que eu me esforce para ser o melhor em tudo na vida, nada para mim vai ser tão mágico quanto o meu empenho em abraçar com força e soprar para longe qualquer dor que o outro tenha.

Porque, para mim, o melhor lugar do mundo será sempre dentro de um abraço.

Quando tudo parece nada, quando um cometa nos parte em pedaços não coláveis, tudo o que precisamos é de um abraço sincero que nos salve do fim do mundo. "

Texto de Eduardo Benesi


1 comentário:

Obrigada pelo carinho da tua visita.