16 de janeiro de 2016

Também não sei viver, só estou a improvisar...


«Um sonho que sonhes sozinho é apenas um sonho», John Lennon

E no meio da discussão, das lágrimas que caíam de par em par, das palavras que mutilavam como espadas ela gritou num pedido de socorro 

“- Também não sei viver, só estou a improvisar!”

Este desabafo atingiu-o como uma seta. 

Largou o orgulho, livrou-se da raiva, libertou-se da necessidade machista de ter sempre razão e deu dois passos decididos para ela, agarrando-a com determinação para a calar com um beijo.

Um beijo…era tudo o que era preciso para colocar um ponto final naquela discussão, prendeu o seu rosto com as mãos para impedi-la de fugir. 

Tinha de a fazer sentir naquela união de corpos que ela era a tal, aquela que os poetas versam em sonetos, aquela para quem os compositores conceberam as mais belas sinfonias, aquela por quem esperara a vida toda porque lhe traria o amor. 

Abraçou-a sem deixar que o beijo terminasse, naquele corpo delicado e franzino havia toda uma fortaleza onde ele habitava e sem o qual já não saberia viver.

Quando o beijo começou a desmaiar não deixou que a sua boca tivesse descanso, lentamente sobre os seus olhos, sobre a pele maravilhosamente perfumada e macia foi depositando todo o seu carinho e balbuciou inseguro com medo da resposta

 “ – Fica…eu também não sei viver mas quero improvisar a minha vida contigo”.






25 comentários:

  1. Um excelente texto. Gostei muito.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. se fosse assim...:) um beijniho, bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  3. Não me atrevo a opinar sobre o conteúdo do teu brilhante texto. Digo apenas que há carinho, amor, cumplicidade e paixão! Mas um dia, quando um amor assim bater por estes lados venho aqui plagiar-te, obviamente deixando os devidos créditos.

    Beijinho e boa semana!

    ResponderEliminar
  4. O pináculo do romantismo.
    Bjs, boa semana

    ResponderEliminar
  5. O improviso de viver num excelente texto de amor.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde, por vezes com calma evita-se a discussão, um carinho um beijo no momento é uma atitude inteligente que alimenta o amor.
    AG

    ResponderEliminar
  7. Antes de mais, grata pela visita ao meu cantinho. Vim espreitar o seu e adorei o espaço. Um titulo muito doce com prosas lindíssimas.
    Brilhante texto. Parabéns !!!
    Até breve e felicidades.

    ResponderEliminar
  8. Uma ode ao encontro (só estou a improvisar)

    Roberto Alagna - Una Furtiva Lagrima (Elisir d`Amore) (https://youtu.be/Y0O4hbBQZxg)
    Uma lágrima furtiva
    ...
    Que mais poderia eu querer?
    Ela ama-me, eu vejo
    ...
    Confundir os meus suspiros nos seus!
    Céus! Sim, eu poderia morrer!


    Schubert-Serenade (3 tenors) (https://youtu.be/ppQCETwH86U)
    Querida, não tenhas medo
    Ouves os rouxinóis?
    ...
    Eles entendem os apertos do coração
    Conhecem a dor do amor


    Beijo

    ResponderEliminar
  9. Olá Zé
    Excelentes escolhas musicais.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Olá Cris,

    Intenso como tu!
    "(...) Falar de amor... É falar de amor para toda a vida, e além da mesma. É falar do amor que não separa, não vê com indiferença, que cuida, dá carinho, mimo, atenção. Tem de ser único e incondicional. O amor é um dom que o ser humano possui, e não uma palavra apenas confundida com paixão ou desejo. O amor gera vida, constrói-se com o tempo, não é temporário ou fugaz, é para sempre. O amor é o oxigênio para que a alma possa viver. Eu acredito sim, em amores para toda a vida, e além da mesma, pois seria um tipo de amor unido à própria alma, e só assim faz sentido, pois amor sem alma não é amor, e a vida sem amor não tem razão de ser."

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Filipe, eu também ainda acredito nisso tudo :)
      Beijo

      Eliminar
  11. Que lindo,Cris! Adoro te ler! um beijo,tuuudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  12. Olá Cristina
    Passando por aqui para conhecer o seu cantinho, gostei muito. Belo texto. Um forte abraço.

    ResponderEliminar
  13. A nossa vida é uma sequencia de improvisações! Concorda, Cristina?
    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Vitor, claro que concordo, quanto mais vivemos, mais temos que improvisar.

      Beijo

      Eliminar
  14. Oi Cristina! Muito obrigada pela visita. Falar de amor é lindo demais. Vivê-lo então, é maravilhoso. Beijo! Renata

    ResponderEliminar
  15. Oi Cristina.
    O amor tem que ser vivido na sua intensidade, pois o que é pela metade, acaba.
    Uma linda tarde e um anoitecer
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  16. Oi amiga, vim lhe desejar uma excelente semana, beijos e fique com Deus!!

    ResponderEliminar
  17. O verdadeiro amor é isso mesmo: é caminhar junto, apesar de todos os pesares. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  18. Tudo o que se refere ao amor me toca profundamente. Amo amar!
    Saudade tive deste seu cantinho, voltando aos poucos e me deliciando com seus textos!
    bjs
    Ritinha

    ResponderEliminar
  19. Também gostei.
    Vim retribuir a visita e estou a gostar muito do que estou a encontrar.
    Gábi

    ResponderEliminar
  20. Intensamente lindo Cris, que bom seria somente improvisar.
    Mas a vida pede mais e mais nos doamos.
    Beleza de inspiração.
    Abraços e beijo paz.

    ResponderEliminar
  21. Sem dúvida. Viver é sempre improvisar. Não tivemos qualquer ensaio antes, nem suspeitamos os caminhos que tomará o complexo enredo da peça em que, simultaneamente, assistimos e participamos.


    E o segredo para se saber viver é estar desperto e disponível para se envolver neste eterno jogo de representação. As crianças são muito boas nisto, repara como sabem montar brincadeiras simples em assuntos sérios, e fazem-no tão bem que nem parece que estão a improvisar. Julgo que todos nós, por mais ou menos tempo, fomos crianças… Foi um lugar longe daqui no qual vivemos alguns anos, onde provavelmente fomos felizes e aprendemos tanta coisa útil que é pena termos desaprendido...

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Obrigada pelo carinho da tua visita.