12 de abril de 2016

Amar tem destas coisas!!!


As nossas palavras para sempre...

Afinal foi para ti que escrevi...

Conto-te um segredo, talvez até já tu saibas, mas não deixa de ser o nosso segredo.

Um dia decidi escrever, sei lá, soletrar as palavras carregadas do que eu sou e levar-te até ti...

Palavras com café, palavras vestidas de pijama pelas horas tardias, mas sim para ti...

Palavras que por vezes despidas de tudo mas com tanto, eram mesmo as palavras que te queria dizer, porque tinham lágrimas, esperanças, visões e soletravam desejos de um abraço entre as nossas linhas.

Tu lias e eu escrevia...

E assim foram as palavras que te disse....

Eram as palavras que lias. Nunca me interessou se eram as mais bonitas, se faziam prosas e se ficavam bem escritas, porque as minhas, as nossas palavras eram mesmo para serem quentes, nas tuas noites frias, ou com uma arajem a mar nas manhãs de sol e com sabor a mel e canela nos dias mais sombrios...

Sempre inventei palavras, talvez até fosse uma “idiota”, mas sei que a minha ideia, mesmo era que estivéssemos bem, um e o outro...

Nunca me vi ao espelho nem te vi a ti espelhado, mas sim em pensamentos estavas lá para as nossas palavras de conforto e de carinho, porque nunca quis ser a melhor, mas sim ser apenas um ser humano e nada mais do que isso, com tantos defeitos e algumas virtudes, mas que te escrevia as palavras que te queria dizer olhos nos olhos, ou simplesmente soletrar-te aqui devagarinho, mas que te dissesse estou aqui para ti.

Porque o estar não basta dizer, tinha mesmo que te escrever as nossas palavras, aquelas desajustadas mas tão acertadas que nos entram na mente, porque não existem palavras bonitas, mas sim sentidas!!!




Adoro a primeira e ultima parte.
A primeira porque são os preliminares e a ultima porque é o culminar da exaustão.
Não falo do meio, porque esse meio só é conseguido porque nos amamos, sabes não é para todos...
O melhor mesmo é pararmos no meio e ficarmos ali a sentirmos-nos sem nada e com tudo, porque no meio perdermos-nos entre um e o outro!!!

21 comentários:

  1. Fantástico este teu texto...Adorei este teu post! E o vídeo é fantástico!

    Um beijinho!
    :))

    ResponderEliminar
  2. amar tem palavras sentidas... vividas
    poesia...

    ResponderEliminar
  3. Adorei o texto, e a musica não conhecia, e é tão bonita :)

    ResponderEliminar
  4. Que dizer, quando as palavras tudo dizem?
    Soberba, a forma como continuas a lidar e a empregar cada palavra!
    Adorei não só, a primeira e última partes, mas tudo.
    Vídeo e banda sonora espetaculares.
    "Por quanto tempo ..." será uma questão pouco relevante.
    Beijo 😘
    Jveladas

    ResponderEliminar
  5. Passar emoções para palavras é sempre complicado.
    Feliz de quem o consegue.

    ResponderEliminar
  6. Cristina, não há ninguém, mesmo quem tenha pouca cultura, que não se torne poeta quando o Amor toma conta dele :))

    ResponderEliminar
  7. Cristina, em primeiro lugar as pessoas ganham-se e amam-se pela palavra, que aqui pode significar interacção.
    Gosto de te ler! Escrevo muito sobre o lado de dentro, o mais fundo, e isso agrada-me e comove-me.
    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Um texto emocionante, não só sobre a necessidade de vivenciar e partilhar,
    mas também de exprimir a sensação dessas vivências.
    Gostei especialmente do último excerto, extraordinariamente bem escrito.
    Sim, "Amar tem destas coisas"" ;-)
    xx

    ResponderEliminar
  9. gosto deste teu jeito de bordar sonhos com fios delicados de palavras luminosas
    vou as lendo ou seguindo o doce rendilhado que desenham
    e no final passo os dedos pelos lábios como que procurando um pensamento
    a promessa de um voo ou a chama de uma emoção que se acende
    quando dou pela presença de um perfume que desconhecia

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde, as palavras sentidas exprimem o verdadeiro sentimento, o texto por si escrito até parece fácil, o mesmo é maravilhoso.
    AG

    ResponderEliminar
  11. Só agora passando por aqui, para agradecer a sua gentil visita e palavras, lá no meu canto, em artandkits.blogspot.com e aproveitando para conhecer este belo espaço dedicado à prosa que estou a apreciar, imenso... e vou adorar descobrir um pouco mais... e já a seguindo, pois claro!...
    Adorei o texto, repleto de emoção e sensibilidade...
    Um beijinho! Desejando-lhe um bom fim de semana!...
    Ana

    ResponderEliminar
  12. Oi querida amiga
    Vim lhe desejar uma ótima semana, abraços e fique com Deus!!

    ResponderEliminar
  13. Palavras carregadas de sentimento e emoção. Um texto excelente que dá prazer ler.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  14. "porque não existem palavras bonitas, mas sim sentidas!!!"

    O texto é lindo...

    Beijos...

    ResponderEliminar
  15. Um belo texto, sem dúvida. Adoro a música do blogue.

    ResponderEliminar
  16. Namoro feito
    alinhavos de calor
    peles a brilhar
    arrepios e entremeios
    amor perfeito

    ResponderEliminar
  17. Sei que se pode existir só nas palavras. Hamlet, Blimunda, Alberto Caeiro, o Cão das Lágrimas e outros tantos seres existiram, e ainda estão lá, no país das palavras. Falaram-me que podem ser aparelhadas, as palavras, alinhadas por uma certa ordem, e tem-se à mão uma viagem ou um ingresso caro para se entrar no caminho do mais belo sonho. Falaram-me de alguém que fez com elas um barco e viajou de praia em praia tocando tantos corações, e de um poeta que quase tinha pronta uma asa e enlouqueceu pouco antes do primeiro voo.
    Como tu, gosto da magia das palavras, em particular, das que têm sabor a frutos: amora, morango, laranja, tangerina… E os frutos têm aromas doces e delicados, como as flores e os beijos que nunca esqueceremos...

    Boa semana.
    Beijo grande.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo carinho da tua visita.